OUÇA RADIO ALÔ MARANHÃO

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Prefeitura firma parcerias para apresentar acervo de museus a estudantes



Fomentar a curiosidade acerca do patrimônio dos museus de São Luís e colaborar com a implantação de espaços de memórias nas Unidades de Educação Básica (U.E.B.) da rede municipal. Esses são alguns objetivos do projeto Museu na Escola, fruto de uma parceria da Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), com o Centro de Cultura Popular Domingos Vieira Filho. A iniciativa conta ainda com a parceria do Serviço Social do Comércio (Sesc) e as empresas Radima Artes Produções e M4 Impressões.
As exposições fotográficas são um dos recursos utilizados para possibilitar às crianças e adolescentes da rede municipal o conhecimento acerca das manifestações culturais maranhenses. As U.E.B. Rubens Ferreira Rosa (Vila Nova República), Prof. Luzenir Mata Roma (Maracanã), Estudante Edson Luís de Lima Souto (Gancharia) e U.E. B Thomaz de Aquino Andrade (Vila Lobão) foram as primeiras escolas contempladas com o projeto, que tem caráter itinerante e desenvolve suas atividades em cada escola por um período de 15 dias.
Ao estimular a valorização e a preservação do patrimônio histórico da cidade ao mesmo tempo em que contribui com a educação dos estudantes, a iniciativa vai de encontro à política do prefeito Edivaldo para as áreas da Educação e Cultura. O secretário municipal de Educação, Geraldo Castro Sobrinho, frisou a importância da atividade. "O museu tem valor excepcional porque guarda a memória de um povo. Assim, é uma oportunidade de levar aos nossos estudantes um pouco da cultura popular e estimular a preservação do nosso patrimônio. Ao reviver esse passado nas exposições fotográficas levadas para as escolas, nossas crianças e adolescentes tem a oportunidade de fazer reflexões críticas e compreender nossa cultura", disse o titular da Semed.
Samia Rafaella Vieira, coordenadora do projeto, explicou que a iniciativa surgiu da necessidade de levar aos estudantes de escolas públicas mais informações sobre a história local e despertar neles interesse de visitar os museus da cidade. "As crianças na nossa cidade nem sempre tem conhecimento da existência de espaços como esse e também nem sempre tem a oportunidade de visita-los. Sendo assim, levamos o museu até elas e fazemos a introdução ao mundo da arte, das histórias, da cultura e do passado," ressaltou.
Esta semana, as atividades do projeto estão sendo desenvolvidas na U.E.B. Thomaz de Aquino, com oficinas para os estudantes na área de Educação Patrimonial. A escola também recebeu uma exposição fotográfica sobre manifestações da cultura popular maranhense. Kleydison Martins Rodrigues, de 11 anos, gostou da exposição. "O que me chamou mais a atenção foram as imagens das nossas danças tradicionais, como o tambor de crioula e o cacuriá. O colorido das roupas impressiona, temos uma riqueza enorme na nossa cultura", contou.
O projeto despertou em Thassila Elen Costa dos Santos, de 11 anos, a vontade de conhecer de perto como é um museu. "Nunca visitei nenhum, mas espero ter a oportunidade de presenciar logo essa cultura. Gostei muito da exposição aqui na escola", disse Thassila.
A programação também contou com apreciação de obras artísticas, estudo e valorização da cultura maranhense e oficinas educativas para os estudantes. "É um privilégio podermos oferecer aos nossos alunos esse tipo de informação. Estamos localizados em uma região afastada do Centro Histórico e com a exposição estamos dando oportunidade não só aos nossos alunos, mas também aos pais, para conhecerem um pouco sobre a nossa cultura," ressaltou Michelle Silva Castro, gestora adjunta da escola.


Nenhum comentário :

Postar um comentário